Urna eletrônica reduziu em 82% o número de votos inválidos
11/08/2022 17:03 em Política

Implantada gradualmente a partir das eleições municipais de 1996 e definitivamente implantada quatro anos depois, a urna eletrônica fez com que se encerrasse de vez a era da votação em cédulas de papel.

Um estudo da Universidade Federal de Pernambuco revelou que o equipamento reduziu em 82% o número de votos inválidos nos pleitos, o que era comum acontecer na época do voto físico.

Muitas vezes erros ou rasuras impediam a contagem do voto como válido. Os votos inválidos recuaram de 41% do total para 7,6%. Essa redução ocorreu porque é muito mais fácil digitar a numeração do candidato ou candidata na urna eletrônica.

Fonte: Jovem Pan

COMENTÁRIOS
PUBLICIDADE